Ilusões

O Ilusório e o imaginário: uma caixa de fósforos, molhada. A ilusão e o pensamento são artefatos factuais de uma mesma peça, são fatos unidos pelo mesmo traço. São complementares antagônicos…

Ilusões

Penso que tudo não passa de uma mera ilusão.
Um passageiro momento de realidade,
circundado pela razão e pela emoção.
Em conformidade, ambos caminham como irmãos.

A razão é como uma mistura:
é mexida, é batida, é escandida e profunda…
Uma coleção de fatos amparados por uma luz,
um questionamento discreto sobre esta aventura.

Amparo-me na emoção,
uma porção vil e importante dessa tal realidade,
descrita como oposto mas atraída por tal –
E parceira do destino, escreve seu caminho na memória.

Aprecio tudo, mas não me engano:
vejo tudo, acompanho seu encanto…
E tudo era claro enquanto ninguém sabia,
parecia pálido mas ninguém desconfia.

Partia e chegava numa dimensão sem fim,
um momento de ilusão, uma busca interminável…
Desse véu transparente só enxergava as formas,
mas nada que me consolasse diante deste mesmo fim.

Nada que fosse inefável…

A razão e a emoção são ermos,
e no fim são iguais.
Mistura indispensável do mesmo fim,
a solução perfeita, fora tudo que se lhe parece…

Aparente razão, confluente emoção.
À espera do terceiro, em um teatro imaginário
cercado de gente, um aparente relicário…
E na memória, os contornos da separação.

Vou e volto sem saber por quê.
Preparo-me, mais uma vez,
em apenas mais uma tentativa
apreciado por aquele que me guia.

Anúncios

Autor: cfbastarz

craftmind.wordpress.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s