Contornos

Os contornos são os limites entre o real e o abstrato. São tênues representantes do presente contidos numa interface bastante aparente… O que haveria entre dois contornos consequêntes? Talves apenas um leve traço borrado na parede…

Contornos

Faço desenhos na parede,
desenho meu rosto
onde escondo meus sinais.
Escondo na borda dos contornos
aquilo que não enxergo mais…

Apago, refaço, borro e desfaço:
uma simbologia aparente,
desenhada sobre a superfície
de contornos resistentes.

Não seria possível colorir
aquilo que não tem expressão,
seria apenas como forçar o giz
e lixar a ponta e torná-la aguda demais…

E rabiscado, e cortado, e borrado: desfigurado…
Apenas uma vaga lembrança de quem fui,
acompanhado de uma sorriso ocioso
e muito tímido de quem pede perdão.

Os contornos são agora apenas meras lembranças
marcadas sobre a parede,
machucada pela raiva aparente
agora lixada, acabada e diferente…

Mas sempre estará ali como lembrança:
para lembrar-me quem fui,
como fiz,
e como sou.

Anúncios

Autor: cfbastarz

craftmind.wordpress.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s