Calmaria

Calmaria

Queria que tudo findasse como um presente,
como uma alusão aos pensamentos,
envolto pelos sentimentos que me tomam a consciência.

Gostaria de poder enxergar através das minhas aparências
e ver que nada sou além de alguém que depende do amor e da presença,
Calmaria…

Eu com esta casca dura, não duraria mais que um minuto
porque não poderia viver com a dor que isso me causaria,
e sentiria o calor de meus dedos sobre minhas mãos frias.

Por que a saudade nos coloca nessa posição?
Por que os pensamentos nos apontam para as mágoas?
Por que a solidão não é passageira?

Nossos destinos não se vendem sobre nós,
porque tudo o que tocamos é alterado.
E é isso que nos define, com precisão.

Ao redor de quem sai calado, os gritos de uma vitória:
E à sua frente um passo para a solidão,
um passo para a lembrança do que saiu errado…

E como é difícil sustentar e, sem perceber,
ser acometido por tantas falhas que nunca quis imaginar
e que por fim, caíram sobre mim como uma luva.

Queria que tudo fosse uma ilusão para ornear meus pensamentos,
para homenagear minhas derrotas e poder enfim,
me enxergar em tudo o que sempre sonhei.

Anúncios

Autor: cfbastarz

craftmind.wordpress.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s