Al Anon, All Alone

Essa música foi escrita por Marco Aurélio e eu lá pelos idos de 2000 e alguma coisa, em alguma calçada lá de Guaratinguetá. Como naquela época eu e o Marco tínhamos apenas um gravador K7 paraguaio, sonhávamos que um dia nossa banda gravaria e tocaria nossas músicas. Como o tempo cessou nossa parceria (necessidades e rumos da vida), pelo menos ele conseguiu realizar esse sonho com a banda dele, a “Desplacados“:

Segue a letra:

Al Anon, All Alone

Somos um povo embriagado
Em meio ao caos e a corrupção,
Colarinho branco, zona, extorsão
O que houve com a nossa nação?

Quase todos abandonados,
Al Anon, All Alone!
Alcoólatras anônimos embriagados,
Al Anon, All Alone!
Na distância de um curto passado,
Até a vida agora é provisória!

O nosso povo é esforçado,
E veja o estado do nosso Brasil…
Nem assim a gente perde o gingado,
Longe vá, temor civil!

Quase todos recuperados,
Al Anon, All Alone!
Políticos corruptos assassinados,
Al Anon, All Alone!
Na distância de um curto passado,
Até a vida agora é provisória!

Agora o povo ressucitado,
No país reconquistado,
Qualquer um agora é presidente,
E a história começou novamente!

Quase todos abandonados,
Al Anon, All Alone!
Alcoólatras anônimos embriagados,
Al Anon, All Alone!
Na distância de um curto passado,
Até a vida agora é provisória!

Al Anon, All Alone!
Al Anon, All Alone!
Al Anon, All Alone!

Aproveito para saudar o Marco pelas suas conquistas e desejar que ele continue tento bastante sucesso neste ano novo, junto os seus novos parceiros e projetos!

Anúncios

Autor: cfbastarz

craftmind.wordpress.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s