Abrir o Terminal em uma determinada pasta do Finder

No Nautilus e até mesmo no Windows Explorer é possivel clicar sobre uma pasta e abri-la no terminal, facilitando a vida de quem não vive sem o terminal e precisa de mais agilidade no processamento de arquivos. No Finder do Mac OS X, também é possível fazer a mesma coisa. Caso o menu de contexto do seu Finder não apresente as opções “New Terminal at Folder” e/ou “New Terminal Tab at Folder” (ou Novo Terminal na Pasta), siga os passos abaixo para habilitá-las:

1) Abra o Painel de Preferências do Mac OS X e clique na opção “Keyboard” (ou Teclado):

Preferências do teclado

2) Nas preferências do teclado, selecione o submenu “Services” (ou Serviços), e role a página até a seção “Files and Folders” (ou Arquivos e Pastas):

Opções para Arquivos e Pastas

Se as opções “New Terminal at Folder” e/ou “New Terminal Tab at Folder” (ou Novo Terminal na Pasta) não estiverem marcadas, marque-as para habilitar as novas opções no menu de contexto do Finder. Inclusive, é possível ajustar atalhos do teclado para abrir pastas no Terminal 🙂

3) Depois disso, experimente clicar sobre uma pasta qualquer no Finder e selecionar a opção “New Terminal at Folder” (ou Novo Terminal na Pasta):

Novas opções no menu de contexto do Finder!

Pronto, agora você pode navegar pelo Finder a abrir suas pastas no Terminal 😉

É isso!

Configurando o terminal do Mac OS X

Por default o aplicativo Terminal do Mac OS X vem meio pelado, praticamente sem nenhuma configuração em termos de PS1 =)

Quem vem do Linux com certeza acaba sentido um pouco de desconforto e logo toca para a configuração mais fina para logo se sentir em casa. No meu caso, gosto que meu PS1 mostre a informação da pasta em que estou navegando, com os devidos espaços entre barras e o $ para que eu possa facilmente selecionar e color o caminho em que estou, caso precise:

PS1 e cores configuradas no Terminal do Mac OS X

Para isso, é necessário modificar o arquico .basrh ou .bash_profile (a diferença entre os dois é que um serve para o shell interativo – aquele que você usa quando abre uma nova aba no terminal e que é o padrão do Mac OS X, e o outro para o shell login – aquele que é usado usa quando você entro no init3 do Linux, por exemplo). Como eu não gosto de misturar muito as coisas, prefiro colocar as minhas configurações pessoais no meu .bashrc, pois assim restrinjo qualquer tipo de problema relacionado à configuração do shell à minha conta de usuário.

Para configurar da forma mais correta e segura, basta editar o arquivo .bash_profile e adicionar as seguintes linhas:

if [ -f ~/.bashrc ]; then
  source ~/.bashrc
fi

As instruções que estão dentro do if, fazem com que o arquivo .bashrc seja parseado (comando source – vai exportar variáveis e executar quaisquer comando que estejam dentro do seu .bashrc), caso ele exista.

Feito isto, basta configurar o arquivo .bashrc. No meu caso, eu adicionei as seguintes instruções, tal como eu utilizava no shell do meu Ubuntu:

# Faz com que o histórico seja incrementado:
shopt -s histappend
# Habilita as cores no terminal:
use_color=true
# Ajusta o PS1:
if ${use_color} ; then
  if [[ ${EUID} == 0 ]] ; then
    PS1='\[33[01;31m\]\h\[33[01;34m\] \W \$\[33[00m\] '
  else
    PS1='\[33[01;32m\]\u@\h\[33[01;34m\] \w \$\[33[00m\] '
  fi
else
  if [[ ${EUID} == 0 ]] ; then
    # show root@ when we don't have colors
    PS1='\u@\h \W \$ '
  else
    PS1='\u@\h \w \$ '
  fi
fi

Depois de fazer as alterações, basta dar um source no seu .bashrc ou simplesmente fechar e reabrir o Terminal. Neste caso, vale lembrar que para realmente encerrar a aplicação, basta apontar para a barra de menus, clicar em Terminal e depois clicar em Quit/Encerrar/Fechar Terminal.

Basicamente é isso. Com certeza há outras formas de se customizar o Terminal do Mac OS X, mas essa é simples e direta, sem muitos rodeios.